Categorias
blog

As dicas do Fantástico para ajudar seu filho nos estudos

Nessa época do ano, iniciam-se as primeiras provas escolares. É justamente nesse momento que os pais se perguntam o que fazer para ajudar os filhos a ter um melhor rendimento. Principalmente se eles passaram algum aperto no ano passado, como recuperação ou mesmo a temida reprovação.

O Fantástico deu dica para o aluno “mandar bem” no colégio. Na reportagem, exibida em 11 de março de 2012, a especialista em educação Andrea Ramal dá dicas de como se tornar o aluno ideal. A primeira dica foi a participação nas reuniões de pais que acontecem na escola. Segundo ela, pais presentes garantem notas mais altas.

Andrea Ramal mostra como é importante organizar o tempo e os materiais de estudo. Apenas “vinte minutinhos” não são suficientes para garantir um bom resultado. O ideal é que o estudante dedique uma hora ou uma hora e meia ao estudo para as provas e testes. Essa é uma forma de se concentrar melhor e se sentir mais seguro. Manter uma constância de estudos, revisar a matéria do dia ao chegar em casa, são outras dicas de sucesso.

Durante o período de estudos em casa, os aparelhos de tecnologia como celular, televisão e notebook devem ficar longe. Os pais podem “confiscá-los” durante o estudo e devolvê-los quando a tarefa acabar.

A postura do corpo ideal para o estudo também deve ser observada. A cama não é o lugar adequado, pois prejudica a coluna. O ideal é uma mesa de trabalho.

Manter um quadro com os horários de provas e trabalhos é uma grande ajuda na organização. Assim, o aluno poderá dar conta de todas as matérias ao longo da semana.

Outra coisa indispensável é não deixar os estudos para a véspera de provas, acumulando tópicos e prejudicando a compreensão.

Acumular matéria também não vale! As revisões devem ser constantes para que, na hora das provas, não haja dificuldades.

O espaço e os materiais de estudo sempre organizados garantem menos perda de tempo. Os pais devem garantir aos seus filhos local adequado com material e espaço suficiente.

Mas o dia-a-dia dos pais nem sempre permite essa presença. As horas de trabalho muitas vezes são incompatíveis com a possibilidade de ajudar o filho no dever de casa e no estudo para as provas. Porém, há alternativas, como a contratação de um professor particular que possa atender o aluno em casa. Profissionais especializados podem garantir a aplicação de todas as dicas dadas pelo Fantástico para o sucesso dos alunos na escola e ainda, oferecer aulas particulares com uma didática individualizada que vai ajudar muito o seu filho a tirar as melhores notas.

Categorias
blog

A ajuda dos pais no dever de casa programa encontro com Fátima Bernardes

O programa Encontro – com Fátima Bernardes exibido na manhã de 13 de agosto de 2012, promoveu um debate sobre a ajuda dos pais no dever escolar e no estudo em geral.

A atriz Cássia Kiss conta que está sempre presente, embora não necessariamente ajude de fato no dever. Ela lembra que isso é papel de um profissional e isso é certo, pois ensinar é algo que não pode ser feito de maneira amadora. Um professor submete-se a anos de estudo até que possa ser considerado preparado para a arte de ensinar. A didática e a prática pedagógica devem ser aplicadas não apenas por dom, mas também, com técnica. Do contrário, o aprendizado pode acabar sendo prejudicado.

Carolina Casting e Rubinho Barrichelo também estiveram presentes no debate e concordam que o incentivo aos filhos é fundamental. Rubinho lembra que conversa com seu filho sobre o dia-a-dia, mostrando a ele como as disciplinas escolares podem ser úteis, mesmo quando achamos que nunca serão aplicadas na vida prática. Ele contou ao filho como as aulas de história o ajudaram a compreender os lugares por onde passou em sua carreira automobilística.

A atriz Bianca Salgueiro, que atuou na novela Fina Estampa, revela que passou em quatro vestibulares, inclusive o primeiro lugar geral na UERJ, ainda durante o período de gravações da novela. Tudo isso, segundo ela, foi fruto de muita disciplina. É nesse ponto que os pais devem contribuir mais, pois nos primeiros anos a criança só poderá criar essa disciplina com uma orientação clara.

Fátima Bernardes conta que criou uma rotina para seus três filhos e nisso incluiu o espaço para brincar durante a tarde. Os pais devem perceber que essa é uma necessidade da criança, indispensável ao seu desenvolvimento. Se a atividade escolar substitui completamente a brincadeira, a criança acaba enxergando aquilo como um castigo e não terá nenhum incentivo para incluir aquilo em sua rotina diária.

Irene Maluf, psicopedagoga, diz que o número de aulas para estudar depende da maturidade da criança. Segundo a profissional, aos 7 anos de idade, por exemplo, o aluno deve ter cerca de 15 minutos de tarefa e o restante, para recapitular matérias e retirar dúvidas. Ela diz, ainda, que a participação dos pais é importante numa segunda fase, ou seja, depois que o dever de casa já está pronto, no sentido de verificar o cumprimento dessa responsabilidade.

Cássia Kiss lembra que a escola não individualiza a educação, o que realmente não é possível, já que vários alunos se reúnem numa sala com um único professor. Como cada criança tem um temperamento e desempenho diferentes, pode surgir a necessidade de um auxílio extra. Neste ponto, os pais devem perceber seus próprios limites para ajudar, já que o conteúdo escolar já sofreu mudanças na atualidade. Além disso, os pais podem não estar seguros da matéria, graças à falta de contato constante com a mesma. Nestes casos, a ajuda profissional pode ser uma boa saída. Um professor particular pode ter um papel complementar na educação escolar, levando o aluno à superação de suas dificuldades.

Para os alunos de Belo Horizonte / MG, a rede Professor Particular em Casa permite um acompanhamento escolar em domicílio, com profissionais preparados e focados no resultado escolar dos alunos. Para conhecer o serviço, navegue em nosso site e entre em contato conosco!

Categorias
blog

40 idiomas online para voce aprender gratuitamente

Aprender um novo idioma é uma das melhores experiências; não importa a idade.

Aumentar nossas possibilidades de comunicação pode ser um diferencial decisivo na hora de conseguir um novo emprego, ou uma promoção. Mesmo nas faculdades, saber pelo menos o inglês e o espanhol torna-se essencial para lidar com certos conteúdos, capacitando o aluno a consultar artigos, livros e outras fontes de informação enriquecedoras.

Hoje em dia, viajar para o exterior é uma realidade para todas as faixas de renda.Já pensou como você aproveitaria melhor sua viagem se você pudesse se comunicar no idioma do local?

O mundo digital contorna a falta de tempo e até a falta de dinheiro, tornando acessível esse aprendizado.

O site da BBC Languages reúne 40 opções de idiomas para aprender gratuitamente. Desde russo, grego e árabe até romeno, urdu e finlandês, a página oferece vídeos, áudios, vocabulário, gramática, atividades e testes para todas as línguas.

É necessário apenas que já se tenha algum conhecimento da língua inglesa, pois todos os conteúdos estão neste idioma.

E quem preferir aprender com um professor, no conforto de casa e em horários personalizados, pode contar com nossa equipe de professores particulares de inglês, espanhol e outros idiomas. É só entrar em contato conosco e marcar seu horário!